Google+ Followers

terça-feira, 18 de outubro de 2011

CONTADOR DE ESTÓRIAS


COMO ERA DIVERTIDO VER AQUELE BOM SENHOR NARRANDO OS CAUSOS QUE ELE GOSTAVA DE CONTAR, CANTANDO COM O DEDO NA BOCA - AQUELE TIPO CAIPIRA MORENO, BARBA RALA, SEMPRE TRAJANDO UMA CALÇA MARROM E USANDO UM CHAPÉU DA MESMA COR FAZIA, NÃO SÓ AS CRIANÇAS, MAS TAMBÉM OS ADULTOS VIAJAREM NAS SUAS FANTASIAS - ERA COMO VER UM FILME!  AINDA GUARDO NA MEMÓRIA UMA LENDA DAS SUAS:  UM RICO FAZENDEIRO ENVIOU SEU FILHO MAIS VELHO EM BUSCA DE REMÉDIO PARA SEUS OLHOS, MAS ELE GASTOU O SEU DINHEIRO E VOLTOU DE MÃOS VAZIAS.  SEU FILHO DO MEIO FOI EM SEGUIDA E FEZ O MESMO.  ENTÃO O FAZENDEIRO ENVIOU SEU FILHO MAIS NOVO E ESTE FOI MORTO PELOS OUTROS DOIS IRMÃOS QUE O ENTERRARAM EM MEIO ÀS TAQUARAS E FICARAM COM O DINHEIRO QUE ELE TRAZIA.  ELES QUERIAM SEU PAI DO JEITO QUE ESTAVA PARA FICAR MAIS FÁCIL ROUBÁ-LO...  ALGUM TEMPO DEPOIS, UM BOIADEIRO PASSANDO POR ALI RESOLVEU FAZER UMA FLAUTA DAQUELAS TAQUARAS E SE ARREPIOU DE MEDO QUANDO AO TOCÁ-LA OUVIU UMA VOZ QUE DIZIA:   BOIADEIRO, TOCAI! TOCAI!...   MEUS IRMÃOS AQUI ME MATOU POR CAUSA DAS VISTAS DO MEU PAI!...  ALARMADO O BOIADEIRO LEMBROU-SE DE SEU AMIGO CEGO E DO SUMIÇO DO FILHO MAIS NOVO - FEZ MEIA VOLTA E DEU A FLAUTA PARA O FAZENDEIRO TOCAR...  E A MÚSICA SAIU ASSIM;  TOCAI! TOCAI, MEU PAI!  MEUS IRMÃOS FOI QUEM ME MATOU POR CAUSA DAS VISTAS DO SENHOR...  SEM TEREM CHANCE DE NEGAR OS DOIS ASSASSINOS FORAM AMARRADOS A CAVALOS SELVAGENS, QUE  BUFANDO E RELINCHANDO SAÍRAM EM DISPARADA, ARRASTANDO-OS PELO TERRENO PEDREGOSO E CHEIO DE TOCOS...  SEUS GRITOS DE TERROR ATÉ HOJE PODEM SER OUVIDOS NAQUELES GROTÕES...  O QUE ME MATAVA DE DÓ ERA VER O POBRE IRACI COMENDO PIMENTAS MALAGUETAS POR ALGUNS TROCADOS...  COMO É QUE AS PESSOAS DIVERTEM-SE COM AS DESGRAÇAS ALHEIAS?  QUANTA FALTA DE CARIDADE!...   ELE DEVE ESTAR AGORA CANTANDO LÁ NO CÉU - ASSIM ESPERO...       f
                                                                          O