Google+ Followers

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

PoemasSom: A Teia da Paixão

PoemasSom: A Teia da Paixão: A Paixão é uma teia tão fina e tão transparente que é capaz de aprisionar uma pessoa antes mesmo que ela possa perceber e tentar reagir. É ...

A Teia da Paixão


A Paixão é uma teia tão fina e tão transparente que é capaz de aprisionar uma pessoa antes mesmo que ela possa perceber e tentar reagir. É como se observássemos um pobre inseto se debatendo na tentativa de escapar da armadilha em que se enroscou. A cada movimento, além de prender-se mais e mais, acaba chamando a atenção do seu predador que não perde tempo e o imobiliza completamente... A cada fraqueza nossa ficamos à mercê dos caprichos e dos encantos de alguém. É preciso vigiar-nos muito para que não caiamos em tentação... Muitas uniões estáveis têm-se desintegrado por uma única aventura fora do seio conjugal. Depois que acontece, não adianta dizer: eu posso explicar!... ninguém quer ouvir essa explicação. É vidro quebrado - não solda jamais... e se soldasse ficaria torto ou enrugado. Relíquia restaurada!?... Será que teria o mesmo valor? Que ninguém se engane! Qualquer pessoa pode se apaixonar como se fosse um adolescente inconsequente e desajuizado a ponto de cometer loucuras... Nem você e nem eu podemos impedir que pássaros voem sobre nós. Mas qualquer um pode impedir que eles façam ninhos em sua cabeça. Pensamentos vêm e vão a todo momento. Temos que filtrar, não só os pensamentos que nos chegam mas aqueles que emitimos com endereço fixo e com muita frequência... É a água mole em pedra dura - tanto bate até que fura...  Vigiemo - nos!        f   g   o   t     

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Balanço Geral


A gente não gosta de pensar em nada que nos façam ficar tristes. E a morte é a última coisa da qual nos lembraríamos. Queremos viver intensamente cada momento, cada minuto, cada segundo de nossas vidas. Mas quando a gente visita, num hospital um paciente terminal é que começa a cair a ficha também para nós. A reflexão é inevitável. E ficamos a nos perguntar se fôssemos nós vivendo aquela situação o que mais nos perturbaria? Termos que ir embora fora do tempo? Ou por termos deixado de fazer muita coisa para o bem da humanidade? Será que realmente fizemos todo o dever de casa? Há algum peso na consciência? O ideal seria sentirmos leves e soltos neste momento tão crucial. Se o mal que fizemos a alguém deu tempo para reparar; Se tivemos a coragem de nos retratar sentiríamos um grande alívio e o nosso sofrimento seria diminuído para menos da metade... Mas se ao contrário mesmo no leito de morte ainda não formos capazes de perdoar e de pedir perdão pelas ofensas, as nossas dores seriam multiplicadas cem vezes mais. É bom refletirmos sobre esse assunto todos os dias. Um exame de consciência deverá ser realizado para jogar no lixo tudo o que prejudicaria a nós mesmos e a outrem. Ainda há tempo?!      g   t    o    f    

domingo, 9 de fevereiro de 2014

PoemasSom: O Gênio desconhece barreiras

PoemasSom: O Gênio desconhece barreiras: Ainda não se levantaram as barreiras que digam ao gênio: Daqui não passarás (Beethoven) Transpor barreiras e desafiar o improvável é próp...

O Gênio desconhece barreiras


Ainda não se levantaram as barreiras que digam ao gênio: Daqui não passarás (Beethoven)

Transpor barreiras e desafiar o improvável é próprio dos grandes gênios. Tornar  possível o que para o mundo parece impossível é o combustível que os impelem. Ideais absurdos aos olhares do leigo é o que os mantém vivos... Muita gente acha que suas ideias não passam de
loucura. Foi assim com quase todos os grandes gênios de que a história tem conhecimento. Mas sem esses desbravadores da mente humana estaríamos até hoje na idade da pedra... Todos os grandes inventos e projetos audaciosos antes foram sonhos da genialidade de alguém que se passou por maluco até prova ao contrário. Essas pessoas são muito iluminadas e a luzinha tênue de muitos de nós se ofusca com o clarão deles. O avanço tecnológico depende desse espírito aventureiro para enfrentar os perigos do desconhecido... Sem isso não teríamos saído do chão nas viagens espaciais. E o que seria de nós sem Beethoven e tantos outros gênios que tanto contribuíram para o nosso bem-estar?              o    g   t   f   

sábado, 8 de fevereiro de 2014

PoemasSom: Dívidas Hereditárias

PoemasSom: Dívidas Hereditárias: Temos uma dívida quase impagável para com os nossos pais. Durante a infância somos totalmente dependentes de todos os cuidados para que pos...

Dívidas Hereditárias


Temos uma dívida quase impagável para com os nossos pais. Durante a infância somos totalmente dependentes de todos os cuidados para que possamos crescer saudáveis e com segurança. As nossas mães são privadas de muitas noites de sono por causa de nossas dores abdominais, dores de ouvido, cólicas umbilicais, etc. Depois vem aquele ditado; filho criado-trabalho dobrado... Na adolescência achamos que já somos donos do próprio nariz e queremos fazer tudo o que ilícito. Não dizemos aonde vamos, nem a que horas voltaremos... E quando somos convencidos a falar quase sempre mentimos... Agora que já conhecemos o outro lado da moeda é que sabemos que é chegada a hora de pagar aos nossos pais o que eles fizeram e ainda fazem por nós-porque eles jamais nos abandonam... Tem filho que tenta se eximir das responsabilidades deixando seus pais passarem por inúmeras dificuldades no pior momento de suas vidas. É quando a velhice chega. Abandonam seus velhos para curtir a vida. Estão postergando sua dívida que é claro-pagarão com juros e correção... Terão que cuidar dos filhos depois da separação e dos netos que eles herdam dos filhos. Agora são os seus filhos que só querem saber de curtição e vaidade... Tudo na vida tem seu preço. E mais dia menos dia teremos que resgatar esse título ou ele será protestado...                                                                g      t       f      o    

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

GATOS DE FAZENDA

Fala-se muito sobre o tema delicado que é o aquecimento global mas pouco se tem observado com olho clínico o que realmente acontece pelo mundo  industrializado. AS GRANDES CIDADES com todos os sistemas de transporte de massa, aliados às indústrias e fábricas, às enormes áreas totalmente cobertas por asfalto, vidraças refletindo o sol o dia inteiro, milhões de aparelhos de ar condicionado trabalhando a plena carga dia e noite, as luzes ligadas 24 horas nas lojas de departamentos, nos shoppings, nos prédios públicos, etc, etc... ISTO É APENAS UMA PEQUENA APRESENTAÇÃO DOS FATORES PREOCUPANTES DO AQUECIMENTO GLOBAL. As cidades não dormem e mesmo durante a noite elas continuam esquentando as ruas nas baforadas dos caminhões e ônibus e os carros não ficam atrás... Não adianta botar a culpa só nos desmatamentos e nas inundações provocadas pelas hidrelétricas. Esses problemas somam mas não são os únicos vilões do aquecimento. QUEM QUISER TESTEMUNHAR O QUE ESTOU AFIRMANDO É SÓ PILOTAR UMA MOTO EM PLENO DIA COM O TRÂNSITO PESADO QUE NÃO TERÁ MAIS DÚVIDAS...
E sem árvores nas ruas para refrigerar o trânsito estamos morando dentro de um forno parecendo gatos de fazenda.                     g        f           t         o
 

sábado, 1 de fevereiro de 2014

PoemasSom: Enquanto descansamos

PoemasSom: Enquanto descansamos: Mesmo quando estamos de folga ou de férias nunca deixamos de trabalhar, pelo menos nas coisas de menor importância mas que são vitais ao bom...

Enquanto descansamos

Mesmo quando estamos de folga ou de férias nunca deixamos de trabalhar, pelo menos nas coisas de menor importância mas que são vitais ao bom funcionamento das coisas em nossas casas junto à família. Carregamos pedras enquanto descansamos... Parece fanatismo pelo trabalho mas não é!
Isto é ter responsabilidade como chefe de família que somos. É não deixar para depois o que se pode fazer agora! É não deixar a batata passar... Aliás, nosso organismo precisa mesmo de movimentação contínua ou corremos o risco de enferrujar num canto como o ferro em desuso... As pessoas que estão sempre em atividade vivem mais e muito melhor. Podemos evitar várias enfermidades enquanto trabalhamos, pois os nossos pensamentos estão focados naquilo que fazemos. E se não temos nada para fazer ou não procuramos fazer nada para ocupar a mente, certamente teremos a cabeça lotada de temores, medos e depressões... Cabeça desocupada é oficina do diabo-todo mundo já ouviu isso. O Cristo disse: O Meu Pai trabalha até hoje e Eu também. Isto serve-nos de consolo.        g    t    f    o