Google+ Followers

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

A Teia da Paixão


A Paixão é uma teia tão fina e tão transparente que é capaz de aprisionar uma pessoa antes mesmo que ela possa perceber e tentar reagir. É como se observássemos um pobre inseto se debatendo na tentativa de escapar da armadilha em que se enroscou. A cada movimento, além de prender-se mais e mais, acaba chamando a atenção do seu predador que não perde tempo e o imobiliza completamente... A cada fraqueza nossa ficamos à mercê dos caprichos e dos encantos de alguém. É preciso vigiar-nos muito para que não caiamos em tentação... Muitas uniões estáveis têm-se desintegrado por uma única aventura fora do seio conjugal. Depois que acontece, não adianta dizer: eu posso explicar!... ninguém quer ouvir essa explicação. É vidro quebrado - não solda jamais... e se soldasse ficaria torto ou enrugado. Relíquia restaurada!?... Será que teria o mesmo valor? Que ninguém se engane! Qualquer pessoa pode se apaixonar como se fosse um adolescente inconsequente e desajuizado a ponto de cometer loucuras... Nem você e nem eu podemos impedir que pássaros voem sobre nós. Mas qualquer um pode impedir que eles façam ninhos em sua cabeça. Pensamentos vêm e vão a todo momento. Temos que filtrar, não só os pensamentos que nos chegam mas aqueles que emitimos com endereço fixo e com muita frequência... É a água mole em pedra dura - tanto bate até que fura...  Vigiemo - nos!        f   g   o   t