Google+ Followers

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Tem gosto pra tudo que é gosto


Há quem detesta coisas salgadas e tem gente que não tira a mão do saleiro durante as refeições. Há quem deteste cheiro de fumo e há aqueles que acendem um cigarro na bituca do outro... Tem homens malucos por mulher e há os que não ligam pra elas... Tudo é uma questão de escolha. Alguma coisa é moda, alguma delas é simples vício. O beija-flor deve ter nojo do urubu, mas o urubu tem vômitos na presença de pessoas como nós... Vai entender a complexidade desta vida!? E quando a gente se depara com hábitos estranhos e divergentes dos nossos temos vontade de mostrar aos outros que somos diferentes, com ar de superioridade muitas vezes, é claro! A gente tem mania de tentar mudar os pensamentos e os hábitos alheios que só conseguiríamos em nós mesmos. Se todos fossem iguais e pensassem as mesmas coisas seríamos clones uns dos outros. A individualidade de cada um deve ser respeitada, mesmo porque nem mesmo Jesus quis condenar àqueles que o procurou arrependidos de suas ações para retomar um caminho novo na vida, tentando acertar mais para viver melhor em sociedade. Sabemos que os iguais se atraem no campo do espírito, assim como os diferentes se repelem no campo elétrico... Bandido gosta de bandidos, religioso gosta de religiosos, intelectual gosta de intelectuais. Trocando em miúdos em linguagem popular, diríamos; Um gambá cheira outro! Em 2014 sejamos tolerantes com as diferenças de cada um e possamos amar mais e colocar o ódio debaixo de toneladas de concreto para sempre... Quem ama perdoa e quem perdoa é feliz.  Tanto a infelicidade, quanto a felicidade podem contagiar as pessoas mais próximas...                                                                                t     o     f     g