Google+ Followers

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

POBRE RICO E RICO POBRE


Tenho dó daquele rico que tem dinheiro e mansão, mas saúde... Coitado! Tem não!... Telas que valem milhões, iate à disposição, tem mordomo, motorista mas muita dor no coração... Terras a perder de vista... Gado como as estrelas do céu... Deveria ser feliz mas há em seus olhos um véu... Não tem sono sossegado, não tem paz pra descansar... Come às pressas, nem se senta... Aí, eu pergunto: O que o ouro representa? Ás vezes ele inveja o pobre que não perde o sono com a cotação da bolsa de ações, nem tem perda de apetite por quaisquer aplicações... A vida cobra tributos de todas as classes sociais. A cada um, segundo o seu merecimento. Ao pobre, inconformado com a vida que leva, cabe resignar-se e meter a cara nos livros em busca dos objetivos. Ao rico que perdeu a saúde de tanto estudar e trabalhar fica o consolo de poder gastar com o que quiser, porque da vida nada se leva... A não ser o que de bom plantou nos corações dos parentes e dos amigos que sempre terão dele boas recordações... E isto vale, tanto para ricos, quanto para pobres. 
DO OUTRO LADO O QUE VALE OURO SÃO AS NOSSAS VIRTUDES E MAIS NADA.
p   t   f   g