Google+ Followers

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Acreditar

A fé sem obras é morta. E sem fé está morta a pessoa. A fé é, sem dúvidas a maior virtude que temos. A fé é a chama viva que impulsiona a maravilhosa máquina humana. Uma vez apagada a chama da fé o indivíduo é apenas e tão somente "um morto-vivo" a zumbizar sem destino, sem objetivo, sem rumo, desesperançado de tudo e de todos... Ao cético só resta crer em si mesmo e na força do seu dinheiro. Comprando fiscais, sonegando impostos e pagando menos do que o merecido aos seus funcionários ele se acha um  deus... Geralmente os céticos são pessoas amargas, depressivas, inquietas, insatisfeitas. Costumam ser péssimas companhias. Poucas pessoas arriscam uma aproximação maior. Mas será que realmente existe alguém sem nenhuma fé? Bem! Existe um bom teste para esta situação: Se um avião estiver caindo e um passageiro não gritar por socorro até que a aeronave se despedace no chão-pode crer, esse não acredita em nada...  g  f  t  O