Google+ Followers

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

É lógico e evidente

Quando algum maluco sai atirando a torto e a direito para atingir o máximo de inocentes que encontra pela frente, já é de adivinhar que no final da chacina ele cometa o suicídio para não cair nas mãos da polícia...  Ele se acha satisfeito com o seu mal-feito.  Aí começam as indagações a respeito do "porque" de tanta crueldade.  Em cena, a polícia técnica, cientistas criminais, juízes e a sociedade civil que fecham os olhos à realidade para perderem-se em divagações...  Mas é claro e óbvio que o indivíduo sem as armas e munições - necessárias à execução do seu plano diabólico, não levaria a cabo a vingança pretendida.  Comparando;  Compra-se sapatos para calçar, frutas para comer, roupas para vestir e armas?...  Para que servem as armas?  As armas não são feitas para matar?  E quem fabrica armas acha que elas servem para outro fim que não o de assassinar seus semelhantes?  E os governos fingem-se de mortos até que aconteçam desgraças como essas sem remédio para as pobres vítimas...  Aí vem a pergunta:  Porque é que o cachorro entra na igreja?  É lógico que é porque encontra a porta aberta, não?  Se para encher a mala do carro com armas de grosso calibre basta mostrar o dinheiro-de armas em punho basta puxar o gatilho...     O      g       f