Google+ Followers

sábado, 9 de março de 2013

Seu pensamento rasteja ou voa?


A gente sempre diz que nossos pensamentos voam.  Resta-nos saber como é o voo desses nossos pensamentos.  São vagos e sem rumo? Será que não  são distorcidos e fragmentados? Será que são pensamentos elevados, construtivos ou nocivos à nossa própria saúde e à dos outros à nossa volta?
Se o seu pensamento voa como uma abelha, parabéns!  As abelhas procuram a doçura do mel das flores com seu suave perfume, orientam-se pelo colorido intenso e radiante de vida nos jardins e pomares para deles extraírem o néctar perfeito e saudável, tão cobiçado pelos seres humanos e muitos outros animais silvestres.  Mas há pensamentos que voam como as moscas...  Estão sempre migrando para acontecimentos desagradáveis.  O pensamento mosca gosta de pousar em locais doentios e lúgubres.  Pensamento mosca identifica-se com as notícias ruins de toda espécie.  Compraz-se em presenciar um acidente grave e levar a notícia adiante...  Tais pensamentos acabam por absorver e armazenar no íntimo, resquícios doentios que ficarão impregnados na memória, corroendo e contaminando a alma toda...  f  g  o  t