Google+ Followers

domingo, 14 de abril de 2013

Fazer o bem sem olhar a quem

Como tem gente difícil de se ajudar! Às vezes uma pessoa está transportando um objeto muito pesado, mas quando a gente pega de um lado, ela simplesmente deixa todo o peso para nós... Devemos entender que o nosso fardo é nosso e se alguém, por educação ou por um gesto de fraternidade quer nos ajudar está se dispondo a nos dar uma mão e não as duas. Arcar com um peso que não é seu enquanto o dono do problema folga, é no mínimo abusar da boa vontade alheia. É por estas razões que muita gente deixa de ser boa e tenta a qualquer custo não se envolver para não se decepcionar. A gente às vezes quebra a cara feio quando apresenta um amigo, um parente para uma vaga de trabalho e este não corresponde às expectativas do patrão. É uma tremenda saia justa, uma situação embaraçosa da qual nos arrependemos e não temos como remediar... Consola-nos saber que fizemos o bem desinteressadamente e o faríamos de novo,caso fosse necessário... 
Não saiba a tua mão esquerda o que fazes com a direita. As almas caridosas costumam aplicar esse pensamento que o Cristo ensinou.
                   O     t     g     f