Google+ Followers

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Quem tem medo de viver

Porque ter medo de viver, se a única certeza desta vida é a de que devo morrer?
Pra que lamentar a sorte, quando, em alguma esquina eu posso encontrar a morte? 
Eu vou levando esta vida e a vida me levando...  Há muita gente bem-vinda!
Inimigos vão ficando...  Um dia eu levanto alguém, enterro alguém noutro dia...
Consolo sempre que posso!  Nesse dia a dia nosso, em noites quentes ou frias,
Comendo fruta e caroço, enterrado até o pescoço, tomo impulso e subo à tona!...  
Arfando, assim me refaço, situando-me no espaço, vou em frente, sigo avante!
Sem medo e tendo a certeza de que estou sendo amparado, pois a Deus estou ligado
E D'Ele não me separo.  Pois é Ele o meu amparo e a âncora desta nau...
Com Ele eu não temo o mal, porque o mal só existe para quem no mal persiste
E dele não se arrepende...  Esse ainda não compreende que a guerra só destrói
Na paz é que se constrói o progresso das nações e o caráter das pessoas
Distinguindo as más das boas que fizeram a sua escolha...             g    f    t   O